logo
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aenean feugiat dictum lacus, ut hendrerit mi pulvinar vel. Fusce id nibh

Mobile Marketing

Pay Per Click (PPC) Management

Conversion Rate Optimization

Email Marketing

Online Presence Analysis

Fell Free To contact Us
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aenean feugiat dictum lacus

1-677-124-44227

info@your business.com

184 Main Collins Street West Victoria 8007

Top

5 coisas para acompanhar em 2018

5 coisas para acompanhar em 2018

As coisas mudam, se reciclam e se transformam cada vez mais e em menor tempo. O mundo é feito de transformações e adaptações e quem não escolhe fazer parte dessa onda acaba ficando para trás.

Com base em artigos que circularam nas últimas semanas por grandes veículos, enumeramos cinco coisas para ficar (continuar) de olho no ano de 2018:

 

  • Realidade Virtual

A Realidade Virtual é uma revolução da eletrônica de consumo e entretenimento. Ela tem se tornado cada vez mais difundida e melhor compreendida e isso abre portas para empresas se beneficiarem dela proporcionando assim, experiências aos clientes e criando um enorme campo de batalha, altamente competitivo entre elas.

Em outubro de 2017, o Facebook apresentou o Oculus Go, que chegará ao mercado agora em 2018, a 199 dólares, e é a maior aposta da companhia para popularizar de vez a realidade virtual. O aparelho será usado para jogos, filmes e, dentro da rede social, para“encontrar” amigos virtualmente. Hugo Barra, brasileiro e vice-presidente de realidade virtual do Facebook disse na ocasião que “uma vez que você sinta como funciona a tecnologia, não há como voltar atrás”.

Parece que, a realidade virtual só não caiu na graça de todos porque ainda precisa encontrar um caminho de ser acessível a todos os públicos.

 

  • Inteligência Artificial (AI)

Ainda não estamos falando sobre uma realidade tomada por robôs e máquinas ativas no mercado comum, fazendo parte da sociedade. Porém, a rápida democratização das tecnologias de inteligência artificial prometem transformar alguns setores no ano decorrente.

Será cada vez mais comum marcas e empresas usarem assistentes virtuais inteligentes para dar suporte e abrir diálogo com cliente e consumidor. Aplicativos inteligentes podem criar uma camada intermediária entre pessoas e sistemas, com o objetivo de aumentar o potencial humano – e não substituí-lo.

A criação de sistemas com a capacidade de aprender, se adaptar e, potencialmente, atuar sozinhos, será um campo de batalha para fornecedores de tecnologia até 2020.

 

  • Automação

Estudo realizado pela ServiceNow, empresa que oferece soluções em nuvem, revela que em 2018, quase metade das empresas precisará de mais automação para lidar com o volume de tarefas que está sendo gerado.

Ainda segundo a pesquisa, empresas altamente automatizadas têm 6 vezes mais chances de ter um crescimento de receita acima de 15%.

 

  • Sustentabilidade

Sustentabilidade continua sendo uma tendência de mercado – tanto por necessidade quando por valor. O consumidor hoje está muito mais preocupado com as condições que seu produto foi produzido ou o seu serviço foi entregue.

O futuro importa e é ele que as empresas, marcas e a sociedade terão depois de hoje. Que mundo estamos deixando para as próximas gerações e para o futuro de nossos negócios?

 

  • E-Commerce

As lojas virtuais ganham cada vez mais espaço na vida do consumidor – elas facilitam processos, ganham tempo ao consumidor e, para as empresas, geram lucros, muito por causa dos altos custos tributários como também, problemas logísticos do país.

Em 2017, por exemplo, a Amazon continuou com lucros em alta – suficiente para fazer do fundador da empresa, Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo. Nos primeiros nove meses do ano, o lucro da empresa foi de 1,1 bilhão de dólares e outras varejistas, como Walmart, a companhia com o maior faturamento do mundo, buscam maneiras de se atualizar para vender melhor em plataforma online.

O que falta ainda para a maioria das empresas no país decolarem com seus e-commerce, é um alinhamento de proposta – forma de entregas, pagamento e atendimento. Como visto nos itens anteriores, tecnologia não falta para que haja melhora nos processos de pré e pós venda online.

Nenhum Comentário

Publique um Comentário