logo
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aenean feugiat dictum lacus, ut hendrerit mi pulvinar vel. Fusce id nibh

Mobile Marketing

Pay Per Click (PPC) Management

Conversion Rate Optimization

Email Marketing

Online Presence Analysis

Fell Free To contact Us
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aenean feugiat dictum lacus

1-677-124-44227

info@your business.com

184 Main Collins Street West Victoria 8007

Top

Libra, a moeda digital do Facebook

Libra, a moeda digital do Facebook

O Facebook é mais uma das grandes empresas a investir no mundo das criptomoedas e já tem como investidores e parceiros gigantes como Uber, Visa, Mastercard, Spotify, Vodafone, entre outros.  Cada uma das empresas aplicou cerca de 10 milhões no projeto e compõem a Libra Association, que pretende realizar a administração da moeda. No total, o Facebook já conta com 27 parceiros.  A moeda virtual foi anunciada nas últimas semanas. No entanto, o lançamento oficial para os usuários tem previsão de ocorrer somente em 2020.

O plano é que a criptomoeda tenha um aplicativo para gerenciamento, ou seja, uma carteira digital. Facebook e WhatsApp deverão ter acesso a essa carteira digital, chamada de Calibra, e a ideia é que a possibilidade de realizar pagamentos, transações e transferências online sejam os primeiros serviços disponibilizados.

Conforme a expansão, pagamento de contas on e offline também poderá ser realizado, segundo o anúncio feito pelo Facebook. Como estará armazenada em uma carteira virtual, a empresa planeja que pagar uma xícara de café escaneando um código, por exemplo, seja possível.

Segundo os idealizadores, cerca de 1 bilhão de adultos que não possuem conta bancária têm celular. Desses, mais de 480 milhões com acesso à internet. Assim, a moeda virtual do Facebook buscaria atender essa parcela da população. A Libra teria lastro (garantia implícita para um ativo principal) baseando-se em moedas oficiais, como o dólar ou euro. Dessa forma, a ela apresentaria estabilidade, sem apresentar volatilidade na cotação.

REPERCUSSÃO NO MERCADO

O anúncio do projeto já provocou diferentes reações do mercado financeiro, de defensores das criptomoedas e de entidades reguladoras. Segundo a Cointelegraph, o G7  montou uma força-tarefa para avaliar de que forma os bancos centrais podem regulamentar ativos digitais como a Libra Coin. Liderada pela França, a equipe diz se opor a possibilidade de a Libra se configurar como moeda soberana. Também pretendem discutir os interesses do mercado de criptomoedas e as garantias contra operações financeiras ilegais ou lavagem de dinheiro.

 

Nenhum Comentário

Desculpe, o formulário de comentários está desativado neste momento.